Traçado

A Autoestrada Transmontana é um projeto de construção conservação e exploração da via rodoviária que soma um total 134,7km entre Vila Real e Quintanilha, unindo o noroeste com o nordeste de Portugal. 

A Autoestrada Transmontana permitiu a comunicação e coesão de toda a zona norte, diminuindo o tempo de deslocaçãomelhorando a segurança dos utilizadores e reduzindo a sinistralidade rodoviária  

A Subconcessão da Auto-Estrada Transmontana foi adjudicada à Auto-Estradas XXI, S.A no dia 9 de dezembro de 2008. 

Em 2018, na sequência do processo de renegociação com a Estradas de Portugal (agora Infraesturturas de Portugal), deixamos de concessionar os lanços do IP4, nomeadamente IP4 Amarante – Vila Real Nascente, com uma extensão de 43km e o IP4 Bragança com uma extensão de 11km. 

Atualmente temos dois Pórticos de Cobrança de Portagem em Bragança Sul / Bragança Poente e Parada de Cunhos / Vila Real Sul. 

Viaduto do Corgo

O maior marco deste empreendimento é O Viaduto sobre o vale do rio Corgo. Trata-se de um viaduto em betão armado pré-esforçado com 2795m de extensão total. Na zona de maior desnível em relação ao solo, a cerca de 230m do fundo do vale, o vão principal de 300 metros e os dois vãos adjacentes de 126m, são vencidos com uma solução com suspensão central.

O VIADUTO EM NÚMEROS

2.795 metros – Extensão
3 sub-viadutos contínuos – poente, nascente e central
1 vão central atirantado e dois pilares
110 mil metros cúbicos de betão
26 mil toneladas de aço
134 metros – altura dos pilares principais desde a sapata da fundação até ao tabuleiro (inclusive)
63 metros – altura dos mastros acima do tabuleiro
400 – número de trabalhadores no pico da obra
2010 – ano do início da obra
2013 – ano da conclusão e entrada em funcionamento
85 milhões de euros – investimento

POVT

A candidatura AE-Transmontana (POVT-11-0150-FCOES-000009), apresentada enquanto Grande Projeto, ao Programa Operacional Valorização do Território (POVT) foi aprovada pela Comissão Europeia, em 25 de Setembro de 2015.