Versão para impressão
PDF
 


   Macedo de Cavaleiros é um destino turístico no centro de Trás-os-Montes. Tem um notável património natural – área de Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo, Sítios de Rede Natura do Monte de Morais, dos Vales de Sabor-Maçãs, das Serras de Montesinho-Nogueira, do Romeu.

   O lago criado com a construção da Barragem do Azibo propiciou condições para a prática de desportos náuticos não motorizados. Tem duas praias, sendo-lhe atribuído o galardão da Bandeira Azul desde há quatro anos consecutivos. Em breve disporá de campo de golfe e tem, a toda a volta, percursos pedestres sinalizados e ciclovia.
   A Serra de Bornes é o local de eleição para Asa Delta e Parapente. A caça e a pesca são um recurso que é objecto de uma gestão ordenada e sustentável e que durante todo o ano atrai numerosos visitantes. A flora, com endemismos únicos no mundo relacionados com as particularidades geológicas do sítio, tem renome internacional, nomeadamente pela ocorrência de orquídeas selvagens. O birdwatching, quer nas escarpas do Sabor ou nas encostas e vales das Serras de Bornes, de Ala e do Cubo, quer no Azibo, atrai cada vez mais turistas.
   Os solares, igrejas e capelas, velhas pontes, cruzeiros, pelourinhos e fontes constituem parte do património construído, histórico e artístico. As aldeias de Pinhovelo, Cortiços e Vale Pradinhos, além de outras, são de visita obrigatória.
   A gastronomia saborosíssima, com a carne e os enchidos, os cogumelos e as casulas secas, o vinho excelente, as castanhas e o azeite finíssimo, e uma horta com couves, batatas, grelos e nabiças de um sabor incomparável, deixa saudades no turista e visitante.
Para descansar e retemperar as forças há excelentes unidades hoteleiras na cidade de Macedo de Cavaleiros e de turismo em espaço rural nas aldeias. 

   
 O QUE VER:


 Património Natural e Paisagístico

  •    Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo
  •    Monte de Morais (Rede Natura 2000)
  •    Serra da Nogueira (Rede Natura 2000)
  •    Serra de Bornes
  •    Vales dos Rios Sabor e Maçãs (Rede Natura 2000)

   Aproximadamente um quinto do concelho faz parte da Rede Natura 2000 (24.4%). Destacam-se os 12.878 ha do Sítio de Morais, que constitui uma das maiores unidades contínuas de serpentinites em Portugal, com enorme interesse geológico e florístico, e os 4.987 ha da área Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo (PPAA), importantes para a conservação da natureza e da biodiversidade faunística, com destaque para a presença de várias espécies de aves aquáticas e para a importante função da PPAA como local de descanso e retemperador de forças para as aves migradoras.

Museus

  •    Casa do Careto – Podence
  •    Museu de Arte Sacra
  •    Museu Rural de Salselas – Salselas
  •    Núcleo Museológico do Azeite – Cortiços
  •    Real Filatório de Chacim – Chacim
  •    Sala-Museu de Balsamão – Convento de Balsamão
  •    Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros (exposições temporárias)

Património Religioso

  •    Bornes (imóvel de interesse público)
  •    Castelãos
  •    Grijó
  •    Lagoa
  •    Lamalonga
  •    Macedo de Cavaleiros
  •    Morais
  •    Podence (imóvel de interesse público)
  •    Salselas
  •    Vale Benfeito
  •    Vale da Porca
  •    Vilarinho de Agrochão (imóvel de interesse público)
  •    Vinhas (imóvel de interesse público)
  •    Convento de Balsamão (Chacim)
  •    Santuário Nossa Senhora do Campo (Lamas)

Pelourinhos

  •    Chacim (imóvel de interesse público)
  •    Pinhovelo (imóvel de interesse público)
  •    Nozelos (imóvel de interesse público)
  •    Vale de Prados (imóvel de interesse público)

Arquitectura Civil

  •    Casa Falcão – Macedo de Cavaleiros
  •    Estalagem do Caçador
  •    Solar da Família Figueiredo – Vilar do Monte
  •    Solar das Arcas (imóvel de interesse público)
  •    Solar de Chacim – Chacim
  •    Solar de Figueiredo Sarmento – Limãos
  •    Solar de Vale Pradinhos
  •    Solar de Vilarinho de Agrochão
  •    Solar do Visconde da Paradinha – Castelãos
  •    Solar Lemos Costa e Solar da Família Sarmento – Cortiços
  •    Solar Moura Pegado e Solar Sousa Barroso – Travanca

Património Arqueológico

  •    Fornos da Telha e da Cal – Vale da Porca e Salselas
  •    Mamoa de Santo Ambrósio – Vale da Porca
  •    Povoado da Fraga dos Corvos – Vilar do Monte
  •    Terronha de Pinhovelo – Amendoeira
  •    Via Romana XVII – Braga/Astorga (troço Macedo de Cavaleiros) – Vila Nova da Rainha, Lamalonga e Argana
  •    No concelho existem outros sítios arqueológicos que não são ainda visitáveis. Poderá, no entanto, conhecer os trabalhos realizados durante as campanhas arqueológicas o espólio daí resultante na Sala-Museu de Arqueologia.

O QUE FAZER

Praias Fluviais

  •    Praia da Fraga da Pegada (Galardoada sucessivamente com a Bandeira Azul e reconhecida como praia acessível)
  •    Praia da Ribeira 

Infra-estruturas:

  • Bares/Restaurante
  • Piscina Flutuante
  • Pavilhão de Apoio aos Desportos Náuticos
  • Parque de Merendas
  • Cais
  • Passeios de charrete


Percursos Pedestres e Cicloturismo

  •    Trilho do Corredor Verde de Vale de Prados
  •    Trilho dos Caretos
  •    Trilho dos Fornos Antigos
  •    Trilho Quercus
  •    Trilho Ricardo Magalhães
  •    Ciclovia do Azibo

 


Actividades Desportivas  

  •    Asa Delta e Parapente (Em Junho é habitual a realização do Open Internacional de Voo Livre, na Serra de Bornes)
  •    Caça e pesca
  •    Ciclismo e BTT       
  •    Desportos Motorizados e Todo-o-Terreno (Clube Azibo Aventura)
  •    Hispismo (Centro Hípico de Grijó)
  •    Motocross (Pista de Provas em Lamas)
  •    Orientação e escalada
  •    Pedestrianismo e montanhismo (Serra de Ala, Serra de Bousende, Serra de Bornes, Monte de Morais, Vales do Azibo (Olmos e Chacim), Vale do Sabor (Lagoa), mata de árvores exóticas e maciço de medronheiros (Vilar do Monte))
  •    Remo, canoagem, vela e windsurf (Pavilhão de Apoio aos Desportos Náuticos – Azibo)     

Festas, Feiras e Mostras

  •    Feira da Caça (último fim-de-semana de Janeiro)
  •    Feira do Turismo (último fim-de-semana de Janeiro)
  •    Entrudo Chocalheiro (Fevereiro)
  •    Rural Arcas (Fevereiro)
  •    Festival de Tunas (Maio)
  •    Feira do Folar (fim-de-semana antes da Páscoa)
  •    Macedo Mostra (bienal em Maio)
  •    Jornadas da Primavera (Maio)
  •    Vocallize Macedo – Estágio para jovens coralistas (Junho/Julho)
  •    Feira de S. Pedro (Junho)
  •    Festa das Ceifas e Malhadas em Morais (Junho)
  •    Festa do Emigrante (Agosto)
  •    Festas de Agosto
  •    Feira de Antiguidades e Velharias (Agosto)
  •    Festival Internacional de Música Tradicional (primeiro fim-de-semana de Setembro)
  •    Feira do Azeite e da Caça (bienal em Outubro)
  •    Feira da Castanha (Novembro)
  •    Festividades do Natal e as suas fogueiras
  •    Festas de Fim d’Ano.

Fonte : http://www.cm-macedodecavaleiros.pt


Este sítio utiliza Cookies para melhorar a sua experiência online e, ao usá-lo, está a concordar com a nossa Política de Cookies. ver mais Politica de Cookies.

aceito cookies deste sitio.